28 março 2013

Folar de bater

A receita trouxe de um workshop sobre "Folares da Páscoa", partilhada por quem herdou preciosos saberes de família. Partilhou-os com o mesmo gosto com que faz tantos folares, como este, todos os anos. Foi uma tarde imensa em aromas, sabores, estórias, partilhas, recordações. Hoje partilho-a convosco, a receita e a memória de quem todos os anos ansiava pelo Domingo de Ramos para comer o folar.
Não pude também eu deixar de recordar a minha avó, dobrada sobre o seu grande alguidar de barro, onde (e como) só ela os amassava.
   
À sexta-feira, depois da Procissão do Senhor Morto, deitava-se mão à massa, sovada a preceito pelas mulheres. Relembraram-se as noites intermináveis em que a massa fintava sob um amontoado de mantas que eram rebuscadas todos os anos para cobrir o alguidar. Havia quem o colocasse debaixo dos lençóis, aos pés da cama. Havia também quem o colocasse dentro do carro, ao sol, para acelerar a lêveda. A preparação era demorada e a ânsia de quem comia o folar uma vez por ano, era enorme.
No sábado tendia-se a massa para os folares enrolados. Polvilhava-se abundantemente com açúcar amarelo, canela e manteiga, dobravam-se as extremidades laterais e enrolava-se, ao mesmo passo que se juntava mais açúcar, canela e manteiga a cada volta.
No tacho, untado com banha e forrado com um pedaço da saca da farinha, levedariam uma segunda vez até irem cozer no forno de lenha.
O tormento durava mais uma longa noite. O domingo de Páscoa chegava enfim e com ele a hora de provar o folar...

 photo 2-7_zpsd2e294c0.jpg

Folar de bater

Ingredientes
1kg de farinha com fermento
600g de açúcar branco
4 ovos
60g de manteiga sem sal
1 colher de sopa de banha
1 colher de sobremesa bem cheia de canela em pó
1 colher de sobremesa bem cheia de erva doce em pó
2 dl de leite
2 dl de chá (mistura de pau de canela, anis estrelado e erva doce)
raspa de 1 limão

Outros ingredientes: açúcar amarelo, canela em pó, manteiga q.b.

{tradicional_receita para 1kg de farinha}
Pré-aqueça o forno a 190º.

Unte 3 formas de alumínio (16cm de diâmetro) com manteiga

Derreta a manteiga juntamente com a banha.
Reserve.
Num recipiente fundo bata os ovos com o açúcar, a raspa de limão, a canela e a erva doce com a batedeira eléctrica.
Continue a bater e vá juntando aos poucos a farinha, o chá, o leite e a gordura. Bata até obter uma massa macia.
Com ajuda de uma concha de sopa deite uma porção de massa de forma a cobrir o fundo da forma. Polvilhe com  açúcar amarelo misturado com a canela. Disponha pequenas nozes de manteiga ao redor. Repita este processo três a quatro vezes. Termine polvilhando a última porção de massa com a mistura de açúcar e canela e umas nozes de manteiga.
Coloque as formas no forno e cubra-as com uma folha de papel de alumínio para evitar que o açúcar queime. Leve ao forno pré-aquecido (sem ventilação) durante cerca de 1h30, aproximadamente. A meio do tempo retire a folha de papel de alumínio.
Desenforme ainda quentes.


*****


{bimby_thermomix_para meia receita*}
*na Bimby não deve amassar mais de 600g de farinha para não esforçar a lâmina

Pré-aqueça o forno a 190º.
Unte 1 forma de alumínio (18cm de diâmetro) com manteiga.

Pulverize o açúcar com a casca do limão 15 seg/vel 10.
Junte os restantes ingredientes pela ordem indicada na receita e misture 15 seg/vel 6.
Bata 2 min/vel espiga.

Com ajuda de uma concha de sopa deite uma porção de massa de forma a cobrir o fundo da forma. Polvilhe com açúcar amarelo misturado com a canela. Disponha pequenas nozes de manteiga ao redor. Repita este processo três a quatro vezes. Termine polvilhando a última porção de massa com a mistura de açúcar e canela e umas nozes de manteiga.

Coloque a forma no forno e cubra-a com uma folha de papel de alumínio para evitar que o açúcar queime. Leve ao forno pré-aquecido (sem ventilação) durante cerca de 1h30, aproximadamente (fazer o teste do palito para verificar a cozedura). A meio do tempo retire a folha de papel de alumínio.
Desenforme-os ainda quentes.


 photo 3-1_zpse901bb05.jpg

 photo 6-2_zps08cef723.jpg

Notas:
- A receita deste folar foi cedida e partilhada pela Carla Guerreiro no workshop "Folares da Páscoa", promovido pela Junta de Freguesia de Montenegro, em pareceria com a Associação Cultural Amigos de Montenegro.

26 comentários:

  1. Adorei! Era para ter ido ao workshop mas não consegui, tenho pena! Fica para a próxima, mas vou experimentar esta receita, era o que eu procurava! Um folar sem ter que amassar!! Obrigado pela partilha :)

    ResponderEliminar
  2. Adorei este folar,....
    O workshop deve ter sido altamente,...
    Beijinhos,
    Aparece,...
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Que bom aspeto :) Obrigada pela partilha :)

    ResponderEliminar
  4. Passei o dia a pensar neste folar. Vou fazer. Gosto tanto!
    Obrigada pela receita e as histórias de outros tempos. Um post delicioso.
    Boa Pascoa.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Está com um aspecto excelente, acho que vou fazer
    :)
    Uma excelente Pascoa

    ResponderEliminar
  6. Que maravilhoso aspecto!
    beijinhos :)

    ResponderEliminar
  7. Querida Margarida, que delícia de folar. não conhecia e fiquei cheeeeeia de vontade de experimentar. Obrigada por partilhares. :)
    Um beijo grande e uma Páscoa Feliz!

    ResponderEliminar
  8. Histórias antigas que sabem bem ouvir! Este ano, tal como o ano passado, vou fazer os folares à antiga com a minha mãe um testemunho que quero aprumar. É um dia em cheio!
    Gostei muito de conhecer esta receita que partilhas-te. Fica para outra vez que queira fazer um folar no singular, porque agora vou cozer 6 kilos de farinha... o que dá muitos folares para comer este dias ;)

    Beijinhos e boa Páscoa :9

    ResponderEliminar
  9. Que delícia!
    Uma boa Páscoa para ti e para os teus.

    ResponderEliminar
  10. Não conhecia este folar mas deve ser muito bom!

    ResponderEliminar
  11. Que lindo folar... E que boas devem ser as memórias da avó :)
    Um boa Páscoa querida Margarida!*
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  12. fiquei com muita vontade de experimentar um beijinho grande:)

    ResponderEliminar
  13. Que delícia! Gabo-te a dedicação e fico pendurada por uma fatia...
    Que pena a distância!
    Uma Páscoa doce e feliz. Cheia de coisas boas.
    Babette

    ResponderEliminar
  14. que aspecto maravilhoso.... :)
    Beijinhos e Páscoa Feliz

    ResponderEliminar
  15. Adorei o aspeto deste folar, já tenho um no forno, heheh
    Vamos ver se fica tão bonito como o teu
    Beijoca e boa Páscoa

    ResponderEliminar
  16. Estou a visitar o Figo lampo pela primeira vez e adorei o que vi. A começar pelo nome muito algarvio tudo o resto é delicioso. Muitos parabéns pelo trabalho delicioso.

    Bjnhos e uma Páscoa abençoada.
    http://saborescomtempo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Fiquei cheia de vontade de experimentar, ainda por cima é fácil e rápido de fazer.
    Boa Páscoa e Beijo para todos

    ResponderEliminar
  18. Ficou muito...muito lindo!
    Vou fazer hoje....lembra-me o folar da minha terra - S. Brás de Alportel :)
    Obrigada pela receita!

    Bjinhoss e Boa Páscoa

    ResponderEliminar
  19. Um folar doce, maravilhoso, bjokitas e Páscoa feliz :)

    ResponderEliminar
  20. Têm muito bom aspecto! Tenho que experimentar, também!
    Uma santa e feliz Páscoa!

    ResponderEliminar
  21. Tem tão bom aspecto Margarida!
    Este fim-de-semana por cá ainda se celebra a Pascoela e acho que será uma boa ideia experimentar a tua receita. Parece delicioso!
    Adoro este tipo de folar. Um beijinho e obrigado pela partilha.

    ResponderEliminar
  22. Que bom, devem ter ficado mesmo fofinhos, kiss

    P.S. Não esquecer o passatempo a decorrer no meu blog
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/p/e-um-projeto-qu-e-pretende-difundir.html

    ResponderEliminar
  23. Isto sim é uma preciosidade... Adorei a partilha! Um excelente fim de semana

    ResponderEliminar
  24. Olá Margarida,agradeço a partilha,adoro folares e faço-os como antigamente.Fiquei tão surpreendida com esta receita que a vou fazer.Bjs

    ResponderEliminar
  25. Parabéns, de todos é o mais parecido com o original. Bji Belle

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!
Thank you for your comment!